janeiro 15, 2011

Oriente ao Ocidente

Arte por Aline Molinari - http://migre.me/3FwiX



Eia! Maestrina dos ventos mongóis,
rainha das monções!
Dona dos lufares de cores
âmbar, púrpura e encarnada
que sedimenta a ruína sede
da arte orquestrada!

Embuída das notas psicotrópicas,
nascedouro das pinceladas da sanidade,
ninho da aurora dos retratos da minha cidade,
que é vossa, que é nossa,
fossa cidade.

Aquela que governa, desvairadamente serena
as palmeiras, cantilenas dos trópicos.
Governa, lacera e macera
em teu ventre bojudo de amor
e sorrisos cheios de ardil
a fome e a dor lancinante sem nome
máquina de amar sem quê,
quando, nem onde
Pra sempre tu,
artista do meu Brasil!

4 comentários:

Adrielly Soares disse...

Não sei o que dizer.
Linda!

Otário disse...

palavras sentidas,
gostei. saudações!

Lu Morena disse...

Adorei o ritmo!
bjos, querida xuxu!

Blue disse...

Poeta de versos inteligentes!

Beijos

Refletidos

A imagem refletida

Minha foto

Gaúcha de nascimento, carioca de coração. Advogada, escritora incubada e apaixonada por cultura.