janeiro 06, 2008

Acabou

Acabam as páginas
mas não as palavras.
Acabam os dias
mas não terminam as preocupações.
Acabam as noites
mas não acabam os sonhos.
Acaba a bebida
mas não se vão os amigos,
não os verdadeiros.
Acabam os encontros
mas não se exterminam os beijos.
Acaba a presença
mas não se vão os carinhos.
Acabam as velas
mas não se termina a reza.
Acabam as rezas
mas não se esvai a fé.
Acabam os sorrisos
e recrudesce a paixão.
Acaba o fim
e vem o recomeço.

8 comentários:

Adrielly Soares disse...

AImm que lindooo.
eu estava sentindo falta dos seus
escritos, bom saber que voltou a
escrever, embora escritos bons sempre
vêem nas piores fases, mas com você
é diferente neh.



;* querida.


"Acaba a presença
mas não se vão os carinhos."
carinho infinito por você!

Lu Morena disse...

Lindo, lindo, lindo!
Adorei seu poema fênix! Quisera eu estar inspirada para escrever assim! Como não estou, restrinjo-me a comentar que, mais uma vez, adorei lê-la por aqui!
Bjins!

Astronauta do Absurdo! disse...

Belo blog, moça!

Danilo disse...

acaba tudo e tudo começa novamente, nda cartesiano, heim. não se pode ignorar a sabedoria oriental mesmo. hehehehe

Aline Chaves disse...

nem acaba... nem acaba...

beijo!

Adrielly Soares disse...

Esperando meu recomeço.
De novo e de novo,
jah que minha vida é cheia
de Fins.

;*

Lu Morena disse...

Fazendo coro com a Dri, cadê o recomeço, hein, hein??

bjins!

P-DOX disse...

Xuuuu, te linkei no meu.

http://astrolabioseparalaxes.blogspot.com/

Dá uma passada lá e vê o que eu tô inventando de (im)produtivo.

Beijos,
Rique

Refletidos

A imagem refletida

Minha foto

Gaúcha de nascimento, carioca de coração. Advogada, escritora incubada e apaixonada por cultura.