fevereiro 12, 2005

Romantismo...talvez 2ª fase

:::Perdão :::

Perdoa,
porque nunca serei do teu desejo.

Se quiseres o pôr-do-sol
Serei o nascente.
Serei o dia radiante
Quando desejares a noite escura.
Se sonhares com dia de chuva,
Serei calor fatigante na rua.

E ainda se eu o fizesse
Só pra te contrariar!
Mas não.
Tu és inverno
E eu sou verão.
E não sou assim por vontade própria.
Ah, quem me dera se fosse!

Perdoa,
Mas nunca serei
Do teu desejo.

2 comentários:

Ricardo Almeida disse...

Você está decidimante bem acompanhada no tema: Lennon & McCartney e Caetano Veloso também trataram desses desencontros de desejos.
Quanto ao efeito que causam os seus textos em mim, é o de sempre aumentar meu desejo por eles.
PS Concordo com o seu comentário no Poesia Residual: o significado é construído por autor e leitor juntos. Assim, pode contar comigo sempre que precisar de um leitor sacana. (rssss)
bjs

Ricardo Almeida disse...

Lennon & McCartney: Hello Goodbye ("You say yes / I say no / You say stop / And I say go go go")
Já a do Caetano creio que se chama "O Quereres".
bjs

Refletidos

A imagem refletida

Minha foto

Gaúcha de nascimento, carioca de coração. Advogada, escritora incubada e apaixonada por cultura.